quinta-feira, 20 de junho de 2013

Mas... estamos quase no Verão?!

Sim... pelo menos em termos de calendário! É por isso que me irrita aquele spot publicitário que apregoa que ninguém nos tira o Verão e que o Verão volta sempre... Pois é... não estou a ver nada!
Aqui estamos nós, no dia 20 de Junho e o tempo que temos é este: nebulosidade, vento, temperaturas de 20º, sol pendurado e até a ameaçar chuva, de vez em quando.
Por isso, como por enquanto ainda não nos deixam sonhar com as férias, dedico-me a fazer algumas experiências gastronómicas. Como fazer uma tarte com massa filo, que nunca tinha utilizado nesta cozinha. E adorei a textura da massa. Estaladiça, fininha, deliciosa.
Perfeito, perfeito, só mesmo se o Verão chegasse... mas a sério!
Isso é que era!

Tarte de espinafres e requeijão em massa filo
(receita adaptada daqui)


Ingredientes:

6 folhas de massa filo
300 gramas de espinafres (apenas as folhas)
200 gramas de requeijão
1 ovo
2 colheres (sopa) de crème fraiche
30 gramas de nozes, grosseiramente picadas
1 dente de alho, esmagado
1 fio de azeite
Sal e pimenta
Margarina derretida, para untar as folhas de massa e a forma

Fiz assim:
Liguei o forno a 200º. Numa frigideira larga, levei o azeite ao lume com o dente de alho e juntei os espinafres. Tapei e deixei os espinafres murcharem e retirei do lume. Bati o ovo com a crème fraiche e temperei com sal e pimenta. Juntei este preparado aos espinafres e envolvi. Acrescentei, depois o requeijão, desfeito com um garfo e envolvi novamente. Adicionei as nozes e reservei. Untei uma forma de tarte com margarina. Abri o pacote de folhas de massa filo e retirei as folhas uma a uma, trabalhando-as rapidamente para não secarem. Cobri a forma com uma folha e untei com a margarina. Repeti com as restantes folhas e, por fim coloquei o recheio reservado. Levei ao forno durante cerca de 25 minutos. Quando as folhas começaram a ficar escuras nas pontas cobri a tarte com uma folha de papel vegetal, até final da cozedura.


Esta tarte fica com um sabor muito agradável. A massa, estaladiça, dá-lhe uma textura crocante, intensificada pelas nozes. O recheio, de sabor suave e deliciosamente cremoso, faz o contraste perfeito com a massa.
Um dia excelente para todos!





Fonte: Edição de Junho de 2013 da Revista Saveurs (Nº202).

5 comentários:

  1. Adoro massa filo fica otima tanto em doces como salgados.
    A tua tarte ficou excelente.
    Também queria o Verão mas estou a ver que ele não vem.
    Quando acordei estava um lindo dia de sol,agora já vento e nublado.
    Bj

    ResponderEliminar
  2. Ah, já somos duas a ficar irritadas com esse anúncio!! :D
    Essa tarte ficou uma maravilha.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Gostei dos sabores em contraste nesta tarte!
    Beijinhos
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. essa tarte está com um aspeto de babar.
    bjinhos

    ResponderEliminar
  5. A tarte deve ser muito boa. Eu não sou muito adepta do Verão, gosto mais da Primavera, mas este ano nem isso, vamos transitar do frio para o calor sem meio - termo!

    ResponderEliminar

Deixem aqui os vossos comentários porque são vocês que completam esta cozinha. Beijos e obrigada.